Êxodo – Liberdade à vista!

Informações teológicas gerais

Após o desfecho de Gênesis, sobre a ida de Jacó e sua descedência para o Egito, começamos nosso estudo no livro de Êxodo.

O livro inicia fazendo um vínculo com Gênesis, para explicar a razão do povo de Israel estar naquela terra. Centenas de anos de história são narrados pelo escritor nos versos 6 a 8 do primeiro capítulo.

Aqui vemos o início do cumprimento da promessa de Deus, reiterada por diversas vezes aos patriarcas, de multiplicar o povo de Israel, e a saída do Egito será o começo de torná-lo uma grande nação.

Em termos gerais, até o capítulo 15, há uma estrutura litúrgica que fala sobre a salvação provida por Deus a Israel, conforme vemos abaixo:

  • o motivo da salvação – capítulo 1
  • as preparações da salvação – capítulos 2 a 4
  • a execução da salvação – capítulos 5 a 14
  • a adoração – capítulo 15

Na questão da opressão do povo de Israel, lemos na narrativa que Deus lembrou-se de seu povo (Ex. 2:24). Este tipo de linguagem gera certa controvérsia, porém, devemos entender que a Bíblia se comunica conosco usando nossa linguagem, não a de Deus. Então, depreendemos deste texto, segundo o mesmo nos diz, que Deus se manteve fiel à promessa que fizera com Abraão centenas de anos atrás (Gn. 15:13-14).

A preparação de Moisés

Moisés foi o escolhido de Deus para viabilizar a libertação de seu povo do Egito.

É interessante notarmos que Moisés já havia tentado defender seu povo, quando viu um egípcio maltratando um hebreu. Porém, em sua própria força Moisés acabou matando este egípcio e teve que fugir. Vamos notar as ações frias e calculistas de Moisés ao matar, e enterrar o corpo do egípcio.

Deus, em sua soberania usa este acontecimento para forjar a vida de Moisés, que a partir daí seria preparado durante 40 anos no deserto para sua grande missão.

Moisés provavelmente já estaria com sua personalidade formada, sendo uma criança, quando foi para a corte do faraó, por isso se zangou ao ver em egípcío maltratando um hebreu.

O tempo passou, e Moisés havia desistido da idéia de libertar o povo da escravidão. E foi justamente neste contexto que Deus aparece a Moisés.

Toda a interação de Deus com Moisés serviu para que ele conhecesse o Deus que iria libertar o povo da opressão egípcia.

Não sabemos muito sobre a formação religiosa de Moisés, mas, Jetro, seu sogro, pode ter influenciado sua preparação religiosa, pois era sacerdote em Midiã.

O capítulo 3 do livro de Êxodo é fundamental para compreendermos os demais capítulos do livro, mas é igualmente importante na questão de conhecermos os atributos e o caráter de Deus.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: