Início > Êxodo - Conhecendo o Deus da aliança, Teologia do Antigo Testamento > Êxodo – Conhecendo o Deus da aliança

Êxodo – Conhecendo o Deus da aliança

As manisfestações de Deus

Continuando nosso estudo no livro de Êxodo, ainda no episódio que Deus se revela a Moisés, nesta questão da manisfestação vísivel de Deus, temos dois aspectos:

  • Teofania – é a manisfestação visível de Deus acompanhada de sinais
  • Epifania – é a manisfestação visível de Deus sem sinais

Neste trecho, o Anjo do Senhor, é o próprio Deus, que apareceu a Moisés de forma audível e visível sem prejudicar sua santidade, preservando a vida de Moisés. Em diversos trechos da Bíblia somos informados sobre a intervenção do Anjo do Senhor, que pode significar um mensageiro, que é o que a palavra anjo significa, ou então é o próprio Deus manifesto. Nestes casos, somente o contexto poderá nos informar se a expressão “Anjo do Senhor” se refere a Deus propriamente ou a um enviado seu.

Durante a manifestação visível de Deus aos humanos, algumas providências devem ser tomadas por Deus para preservar a vida, do contrário haveria morte, pois não pode-se ver a Deus e continuar vivo. Em outros trechos da Bíblia percebemos o medo das pessoas que viam a Deus “face-a-face”, pois tinham consciência de seu pecado em contraste com a santidade absoluta de Deus.

A linguagem utilizada

Neste diálogo entre Deus e Moisés percebemos o uso de muitas expressões chamadas antropomórficas, ou seja, palavras que descrevem ações ou emoções humanas se referindo diretamente a Deus.

Como foi explicado anteriormente, o fato do uso de tais expressões na Bíblia serve para nós possamos entender o processo de intervenção, e interação, entre Deus e os homens.

Serve também para nos ensinar que Deus, apesar de soberano, todo-poderoso e transcendente, Deus também está presente e interage conosco, ou seja, Deus é também imanente.

Note os verbos que Deus usa na conversa com Moisés:

  • tenho ouvido
  • tenho visto
  • desci
  • para livrar

As desculpas de Moisés

A cada desculpa de Moisés, no capítulo 3, Deus revela algo sobre seu próprio caráter.

No verso 11 Moisés pergunta “Quem sou eu…?”, e a surpreendente resposta de Deus, no verso 14, revela sua identidade, seu nome pelo qual ficaria conhecido pelos séculos vindouros: Eu Sou o que Sou. YHWH (יהוה) – O Eterno. YAHWEH é uma formar arcaica do verbo ser, e pode significar aquele que foi, é, está sendo e será.

A partir deste verso 14, Deus começa a descrever suas credenciais divinas e sa atuação na história.

O verbo utilizado no verso 12, “Eu estarei” é o mesmo usado no verso 14 para “EU SOU” (היה hâyâh). Isso significa que não é promessa temporária ou parcial.

O quadro abaixo nos ajuda a entender a questãp das desculpas de Moisés e a revelação do caráter de Deus em suas respostas.

Desculpas de Moisés Respostas de Deus
Quem sou eu? – Preocupação com sua identidade. Serei contigo – Moisés não precisaria ser ninguém se Deus estivesse com ele
Quem o havia enviado? EU SOU – o Deus de seus antepassados
Não crerão que o Senhor me aparaceu. Sinais diversos para Moisés ver o poder e os milagres de Deus
Não falo bem. Não sou eloquente. Deus criou a boa do homem. Deus ensinaria o que Moisés deveria falar.
Envie outra pessoa. Ira de Deus contra Moisés. Envio de Arão junto com Moisés.

Aqui, neste episódio, Moisés, além de conhecer Deus historicamente, pôde conhecê-lo de forma pessoal, ou seja, Moisés nunca havia conhecido Deus desta maneira apresentada na narrativa em questão.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: