Início > Escatologia de Mateus, Escatologia de Mateus – Os títulos de Jesus em relação à sua obra futura, Teologia Bíblica NT > Escatologia de Mateus – Os títulos de Jesus em relação à sua obra futura

Escatologia de Mateus – Os títulos de Jesus em relação à sua obra futura

Os títulos de Jesus em relação à sua obra futura

Antes de prosseguirmos em nosso estudo sobre a escatologia de Mateus, é necessário depreendermos dois títulos atribuídos a Jesus com relação a sua obra futura, ou escatológica: Messias e Filho do Homem.

O termo Messias, do hebraico mešîaḥ, significa “ungido”, que no contexto monárquico de Israel, significava o escolhido de YAHWEH para reinar sobre o povo e, que este escolhido, tinha um relacionamento mais íntimo com ele. Então, no contexto intertestamentário, o Messias passou a indicar a figura escatológica daquele que tinha uma associação íntima com YAHWEH (FOHRER, 2008, p. 453).

A figura do Messias ocupava um lugar de destaque no judaísmo tardio, por causa da esperança escatológica surgida após o período intertestamentário. Nesse período, sob o domínio grego, a esperança messiânica vinda da família de Davi, alcançou seu desenvolvimento máximo (CULLMANN, 2008, p. 153). Um dos aspectos dessa esperança messiância escatológica era o caráter não definitivo do reino do Messias, algo que somente o próprio YAHWEH consolidaria. Outra teoria escatológica era a de um rei humano, indicado pelo próprio YAHWEH, reinaria como representante e soberano dele. A este rei passou-se a chamá-lo Messias (FOHRER, 2008, p. 450).

Na literatura apocalíptica do período intertestamentário e nos documentos de Cunrã, temos a figura do Messias-rei-político com associação de outras idéias sobre este Redentor esperado, conforme encontrado nos Testamentos dos Doze Patriarcas. Os pontos essenciais da concepção messiânica são: 1) o Messias cumpre sua função apenas no plano terreno; 2) de acordo com os Salmos de Salomão o Messias inaugura o fim dos tempos; 3) a obra do Messias é política; 4) o Messias vem da linhagem de Davi (CULLMANN, 2008, p. 156).

Porém Jesus, como Mateus coloca no início do seu evangelho (Mt. 4), rejeita todas as ofertas feitas pelo diabo, que são exatamente os itens que se esperava do Messias, de acordo com o judaísmo oficial. Em outro episódio Jesus repreende a Satanás, que usava Pedro, tentando dissuadí-lo de sua missão. (CULLMANN, 2008, p. 163). Portanto, a conclusão que chegamos é Jesus via por trás da idéia judaica tardia do Messias um artifício de Satanás (CULLMANN, 2008, p. 165).

O outro título cristológico mencionado neste trecho apocalíptico de Mateus é o de “Filho do Homem“. Este título foi aplicado na literatura judaica tardia para designar um salvador escatológico. Encontramos este termo pela primeira vez em Daniel 7:13, onde este termo aparece em opocição aos animais representando quatro grandes reinos (CULLMANN, 2008, p. 184). Este “Filho do Homem” vindo nas nuvens é a representação que todo ser humano deveria ser, isto é, feito à imagem de Deus, pois a maioria das representações de nuvens no Antigo Testamento representavam o próprio Deus (BALDWIN, 2008, p. 151).

A idéia de “Filho do Homem”, é encontrada também, além do livro de Daniel, nos livros extra-bíblicos de Enoque e 4º Esdras, onde é representado sob a forma de um ser celestial que aparece no fim dos tempos, nas nuvens, para julgar o mundo.

Jesus ao utilizar para si mesmo a expressão “Filho do Homem” expressão sua convicção de haver realizado a obra do homem celestial de duas maneiras:

           1) na concepção escatológica, conforme a esperança de alguns círculos judaicos da época;
2) em sua humilhação sob a forma humana (CULLMANN, 2008, p. 215).

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: